Home / Últimas notícias / Prefeitos capixabas aprovam medidas anunciadas por Dilma

Prefeitos capixabas aprovam medidas anunciadas por Dilma

Os prefeitos capixabas que estiveram em Brasília para o anúncio de “pacote de bondades” da presidente Dilma, na noite de segunda-feira (28), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, aprovaram as medidas anunciadas, principalmente a liberação de R$ 66,8 bilhões para investimentos em saneamento, pavimentação e mobilidade urbana. O prefeito de Vitória, Luciano Resende (PPS) disse que pretende aproveitar todas as oportunidades que estão sendo oferecidas pelo governo federal. “Vamos levar todas essas informações e incluir em nosso planejamento estratégico que será feito em marco”, afirmou.

capixaba politica  luciano rezende  4f719c869f Prefeitos capixabas aprovam medidas anunciadas por Dilma

 

Resende destacou que todos os problemas do município tem relação com a responsabilidade do prefeito e, que pretende aproveitar as a oportunidades citadas pela presidente nas áreas de infraestrutura, habitação, programa s de ordem social e educação. “Hoje já tivemos contatos com alguns integrantes do governo e vamos aproveitar o encontro para levar benefícios para Vitória”, completou.

O prefeito da Serra, Audifax Barcelos (PSB) gostou das medidas anunciadas mas teme que elas levem muito tempo para serem operacionalizadas.”A expectativa é sempre boa, mas precisa chegar lá em baixo. E não pode demorar muito. No caso da Serra, vamos sobreviver esse ano com recursos federais e estaduais porque a receita local está toda comprometida com dívidas herdadas”, afirmou.

Diversos prefeitos capixabas participam do encontro, que só termina amanhã. São os prefeitos de Vila Velha, Cariacica, Nova Venécia, Aracruz, Baixo Guandu.

Veja Também

Secretário de Agricultura, Octaciano Neto, anunciará no próximo sábado (16), o investimento de construção de barragens em Vila Pavão

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, anunciará no próximo sábado (16), o investimento ...

2 Comentários

  1. A matéria acima foi produzida pela AgenciaCongresso. Deveria dar credito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *