Home / Esportes / Mais uma, pai! Atacantes brilham e Bahia derrota a Ponte e dá passo importante para ficar na Série A

Mais uma, pai! Atacantes brilham e Bahia derrota a Ponte e dá passo importante para ficar na Série A

No último jogo na Arena Fonte Nova, contra o Vitória, Mendoza e Edigar Junio marcaram os gols do triunfo. Na partida seguinte, neste domingo (5), não é que eles brilharam outra vez? Os dois balançaram a rede adversária e comandaram o resultado positivo de 2 a 0, contra Ponte Preta, pela 32ª rodada do Brasileirão.

Com 42 pontos, sete a mais que o 17º colocado, e cinco a menos que o 7º, o Esquadrão volta a jogar já nesta quarta-feira (8), às 18h30 (de Salvador), contra o Avaí. O duelo será no Estádio da Ressacada, em Santa Catarina.


Jogo

O Tricolor, nos primeiros 20 minutos, encontrou bastante dificuldade para chegar à meta da Ponte Preta. Edigar Junio, em cruzamento fechado, tentou e não obteve sucesso.Aos 22 minutos, após falta cobrada por Allione, o zagueiro Tiago apareceu sozinho, no entanto, a bola passou um pouco acima da cabeça do camisa 3 e saiu.

O gol do Esquadrão saiu aos 26 minutos. Allione carregou pelo centro e encontrou Mendoza, sozinho, entre os zagueiros. O colombiano bateu de chapa e inaugurou o marcador na Fonte Nova.

A vantagem, por muito pouco, não ficou maior. Dois minutos depois, em jogada de Zé Rafael, o atacante Edigar Junio tocou de bico e a bola passou próxima do poste esquerdo de Aranha.

No fim, aos 41, o volante Renê Júnior cabeceou e Aranha defendeu. Do outro lado, em outra jogada feita por Nino Paraíba, a Ponte Preta teve sua melhor oportunidade. A bola saiu da direita para esquerda, até encontrar os pés de Claudinho, que finalizou para fora.


Segundo tempo
No intervalo, o treinador Paulo César Carpegiani colocou o volante Juninho no lugar de Vinicius. No primeiro lance, aos 3 minutos, o camisa 5 arriscou de fora e o goleiro Aranha, em dois tempos, segurou. No minuto seguinte, outra oportunidade para o Tricolor de Aço.

Após contra-ataque rápido, Mendoza tocou para Allione, que serviu Zé Rafael. O camisa 18 bateu, a bola pegou na defesa e saiu. No escanteio, a defesa da Ponte Preta cortou errado, Tiago aproveitou e finalizou em cima do goleiro adversário.

Aos 20 minutos, em jogada pela direita, Allione encaixou um belo passe para Edigar Junio. O camisa 11 saiu sozinho, de costas para o gol, e sob pressão do goleiro Aranha. Apesar da marcação, ele conseguiu girar e, na hora do chute, bateu nas mãos do camisa 1 da Ponte Preta. Quase sempre na velocidade, usando os lados do campo, o Bahia chegou com perigo aos 23 minutos. Juninho Capixaba disparou pela esquerda e rolou para trás, onde Zé Rafael estava e finalizou para outra defesa de Aranha.

Edigar Junio, aos 33, apertou a marcação no campo ofensivo e roubou a bola do zagueiro Rodrigo. Antes da bola sair, ele tocou para trás e achou Zé Rafael, que finalizou e acertou em cheio o zagueiro Yago.

Zé Rafael, aos 47, utilizou o último gás para chegar na grande área e finalizar para fora, após jogada entre Régis e Edigar. O camisa 18, no último lance da partida, acertaria o pé, e com muita categoria. Lançou bonito para Mendoza que, de cabeça, só ajeitou para Edigar Junio. O camisa 11 encheu o pé e sacramentou: Bahia 2 a 0.

 

 

 

FOTOS: MARCELO MALAQUIAS / EC BAHIA / DIVULGAÇÃO

Veja Também

Corinthians vence o Fluminense de virada e conquista o Brasileiro

  O que já era esperado finalmente se confirmou nesta quarta-feira (15). De virada, o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *