Sem Dudu e Borja, Palmeiras treina saída de jogo e pressão no adversário

 

Roger Machado não contou com Dudu, Keno, Moisés, Borja, Felipe Melo e Diogo Barbosa no treino desta quinta-feira. Os quatro jogadores ficaram na academia, enquanto o restante do elenco foi a campo. Durante a atividade, Thiago Santos chegou a assustar após cair no chão depois de jogada, no entanto ele só havia machucado a mão e seguiu normalmente na atividade.

Como sempre, os trabalhos do Palmeiras começaram com o aquecimento. Em seguida, o comandante palestrino dividiu o grupo em dois para treinar a saída de jogo e a pressão no adversário. O treino foi realizado na parte central do campo e, quando um dos times passava para a intermediária, apenas os atacantes seguiam até a parte final do campo para finalizar a jogada.

O time sem colete contava com Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luís; Tchê Tchê, Bruno Henrique e Lucas Lima; Guerra, Deyverson e William. Thiago Santos, que é uma opção para substituir Felipe Melo – que cumpre suspensão automática no domingo – no Derby que marca a final do Campeonato Paulista ficou na outra equipe.

Um dos momentos interessantes da atividade foi quando Lucas Lima saiu cara a cara com Fernando Prass e tentou encobrir o número 1. Após o lance, o goleiro chamou o meia e fez um sinal de negativo com o dedo.

Após pausa para hidratação, o zagueiro Antônio Carlos deixou a equipe sem colete e foi substituído por Edu Dracena. Com o término da atividade, alguns jogadores seguiram em campo treinando penalidades.

O Palmeiras enfrenta o Corinthians na segunda final do Campeonato Paulista no domingo, às 16 horas (de Brasília), no Allianz Parque. No sábado, o Verdão realiza treino aberto para a torcida às 10 horas.

Veja Também

Primeira mostra de filmes sobre quilombolas do Espirito Santo

        A tradição e a cultura dos povos quilombolas do Estado estarão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *