Professores de Linhares param o centro da cidade em protesto contra o prefeito

 

 

 

 

 

 

Centenas de professores, pais e alunos promoveram uma passeata nesta quinta feira (12), pelas ruas do Centro da cidade de Linhares em protesto contra o fato do prefeito municipal, Guerino Zanon (MDB), não ter acatado decisão judicial que determina o cumprimento do Plano de Cargos e Salários do magistério.

 

“É vergonhoso. O gestor da cidade de Linhares se diz professor mas se recusa a acatar uma decisão da justiça que contempla os direitos da categoria que ele diz pertencer”, declarou um professor.

 

Exibindo cartazes, os manifestantes se concentravam em frente ao prédio da prefeitura Municipal, a partir das 15 horas. Cerca de 40 minutos depois, em passeata eles percorreram várias ruas e avenidas, com discurso e distribuição de panfletos que explicavam a razão do movimento.

 

Na próxima quarta-feira, os professores irão promover uma assembleia geral para decidir se irão deflagrar uma greve geral da categoria.

 

A presidente do SISPML  falou sobre a assembleia de hoje.

 

Segundo a presidente do sindicato, Simone Aguiar, a possibilidade de greve voltou à pauta depois que o município resolveu não acatar a sentença judicial em primeira instância que determinou o cumprimento na íntegra do Plano de Cargos e Salários do magistério.

 

Em fevereiro deste ano os professores deflagraram uma Operação Tartaruga em protesto contra o não pagamento do reajuste a que toda a categoria alegava ter direito. O sindicato entrou na Justiça e conseguiu decisão favorável ao magistério. A prefeitura, contudo, recorreu desta decisão junto ao Tribunal de Justiça do Estado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Da Redação

Informações/radarcapixaba

Veja Também

Primeira mostra de filmes sobre quilombolas do Espirito Santo

        A tradição e a cultura dos povos quilombolas do Estado estarão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *