Concurso para as 1,5 mil vagas oferecidas no ES

concurso públicoNas últimas semanas, prefeituras e Governo capixabas anunciaram a realização de processos seletivos para diversas áreas e empresas públicas no Estado. No total, estão disponíveis quase 1,5 mil vagas, que serão disputadas em concursos públicos.

Para conseguir equilibrar vida pessoal, estudantil e profissional, conseguir a tão sonhada vaga no Concurso Público, mas sem abrir mão do lazer nesse período de estudo, os próprios estudantes de concursos podem adotar algumas ações para tornar mais benéfico o convívio entre responsabilidades e qualidade de vida.

O psicólogo Augusto Jimenez aponta quatro dicas para ter uma boa saúde mental nesse período de preparação. Confira:

1) É importante fazer “nada” e não se sentir culpado
Na era tecnológica em que tudo é para agora e ganha “likes” quem está fazendo algo, fazer “nada” é um ato revolucionário e bom para o seu cérebro. É claro que é preciso prudência nas horas\períodos dedicados ao descanso. Recomenda-se após um dia de trabalho e estudos tirar pelo menos uma hora para relaxar e não se cobrar por isso. Lembre-se que a criatividade é fruto do descanso mental e não do excesso de ações.

2) Organize as horas que dedicará para os estudos e monte uma grade das disciplinas com essas horas estipuladas em um local visível
Isso pode ser feito em uma cartolina ou qualquer outro material. Quando você organiza a sua semana e a quantidade de tempo que despenderá com os estudos e trabalho fica mais fácil cumprir com o combinado. Além disso, você enxergará quais as “janelas” que tem, ou seja quais os períodos que pode incluir uma atividade de lazer ou mesmo o descanso que mencionei na primeira dica.

3) Participe dos grupos de apoio nas redes sociais
Há alguns grupos organizados pelos próprios alunos de várias universidades para debaterem como se sentem no período do vestibular e enquanto cursam a faculdade. É aberto ao público e caso o seu tempo esteja “apertado” há vários relatos e debates nas próprias redes que podem te ajudar. Lembre-se que ansiedade e depressão são assuntos sérios e buscar ajuda com quem está vivendo a mesma situação pode te ajudar. Um desses grupos que faz ciclo de palestras periodicamente é a Frente Universitária de Saúde Mental. Foi criado em 2017 por alunos de faculdades públicas e privada. Acesse a página do Facebook deles e fique antenado(a) aos dias dos eventos.

4) Busque um psicólogo
A boa saúde mental é bem mais do que a ausência de alguma doença psíquica\ neurológica. Ela também está associada ao seu bem- estar e serenidade. Assim, se você está tendo picos de ansiedade, está travando uma batalha diária para se sentir feliz, e\ou encontrar significado no dia a dia procure um psicólogo. E caso a grana esteja “curta” opte pelos atendimentos psicológicos das Universidades. É gratuito.

 

 

 

 

Veja Também

Primeira mostra de filmes sobre quilombolas do Espirito Santo

        A tradição e a cultura dos povos quilombolas do Estado estarão ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *