Home / Árbitros do capixabão / Polícia: detento recapturado, lavrador detido e moto recuperada

Polícia: detento recapturado, lavrador detido e moto recuperada

Polícia recaptura detento do regime semiaberto

Policiais do 12º Batalhão da PM recapturaram um presidiário de 47 anos na tarde desta quarta-feira (19), por volta das 17h40, na Rua Guajarás, bairro Lagoa do Meio, em Linhares.

O detendo era do regime semiaberto e fugiu enquanto fazia a rota entre a empresa em que trabalha e a unidade prisional.

 

 

De acordo com a polícia, moradores relataram que havia um homem em atitude suspeita na região. Ao contornar a Linha Verde, os militares das equipes da Moto Patrulha avistaram um homem tentando se esconder embaixo de uma lona, no porão de uma residência.

Ao ser abordado, o homem confirmou ser detento da Penitenciária Regional de Linhares (PRL). O homem recapturado foi encaminhado à delegacia local para os procedimentos necessários.

Lavrador detido por não cumprir medida judicial

A Polícia Militar deteve, na noite desta quarta-feira (19), um lavrador de 37 anos. O homem foi detido após desobedecer a uma decisão judicial. O caso ocorreu na Rua Amapá, bairro Interlagos, em Linhares.

O homem deveria cumprir uma decisão de afastamento do lar, mas desobedeceu a medida. Ao ser detido, os policiais constataram que o lavrador também possuía um mandado de prisão em aberto (Artigo 129). Diante dos fatos, o homem foi encaminhado a 16ª Delegacia Regional.

 

 

Homens abandonam moto ao avistarem policiais

Após denúncias, policiais militares deslocaram-se até a Rua Pernambuco, bairro Aviso, em Linhares na noite desta quarta-feira (19). Segundo as informações preliminares, no local estava sendo realizado um racha.

Por volta das 23h, ao avistarem a viatura policial, homens fugiram do local e abandonaram uma motocicleta (modelo Yamara, cor vermelha). O veículo recuperado foi encaminhado ao pátio credenciado ao Detran/ES no município.

Veja Também

Assaltantes fazem mais uma vítima em ponto de ônibus de Linhares

      Os assaltos continuam a atormentar a vida de quem embarca nos ônibus ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *